Cariri Sustentável

UFCA: Projeto de combate ao desperdicio de alimentos é reconhecido pelo MMA

Por Redação Cariri • 9 de novembro de 2018

O trabalho do time Enactus UFCA foi reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) como uma das melhores iniciativas do Brasil em 2018 para o combate à perda e desperdício de alimentos. O grupo de fortalecimento às ações empreendedoras participou de uma chamada pública pelo edital do MMA “Boas práticas no combate a perda e ao desperdício de alimentos”, com o objetivo de selecionar as iniciativas que promovessem maior aproveitamento de comida no país.

O edital considerou cinco eixos específicos: produção, pós-colheita, processamento, comercialização e consumo. As cinco melhores ações de cada eixo vão receber certificado de reconhecimento e compor a base de dados do MMA de iniciativas para o combate à perda e ao desperdício de alimentos no Brasil.

Além do reconhecimento, os representantes das três melhores iniciativas de cada eixo participarão de um seminário em Brasília, que ocorrerá na Semana Nacional de Conscientização da Perda e Desperdício de Alimentos 2018, entre os dias 5 e 11 de novembro. A estudante do sexto semestre de Engenharia Civil da UFCA, Heloísa Ávila, representará o time Enactus UFCA na capital federal.

Rede Enactus

A Enactus envolve mais de 1730 instituições de ensino em todo o mundo. Fundada em 1975, nos Estados Unidos, atua no Brasil desde 1998 e tem times espalhados em mais de 100 universidades nacionais, com projetos que causam impacto positivo em comunidades por meio de ações empreendedoras.

Enactus UFCA

No Cariri, a Enactus UFCA, composta por estudantes e professores da Universidade Federal do Cariri, vem se destacando com o projeto Bio+, que fomenta práticas e tecnologias de baixo custo para o plantio de hortaliças e frutas de forma sustentável. Através do Bio+, a Enactus UFCA tem trabalhado com um biodigestor que auxilia na produção de biofertilizante (o que dispensa a compra de fertilizantes químicos) e biogás (que emite 20 vezes menos gases do efeito estufa que o gás de cozinha tradicional). O projeto tem beneficiado 15 famílias do Cariri nas comunidades dos Sítios Boa Esperança e Espinhaço, com atuação também na feira da Escola de Saberes e a Escola Edvard Teixeira Ferrer.

Saiba Mais

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), estima que, todo ano, aproximadamente 1,3 bilhão de toneladas de alimentos no mundo são perdidas. O que equivale a mais de 30% da produção de comida no Brasil que só em 2013 produziu 26,3 milhões de toneladas de alimentos.

 

 

Redação Cariri