Cariri Sustentável

Semace disponibilizará informações ambientais em plataforma científica

Por Márcio Silvestre • 24 de setembro de 2020

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) disponibilizará dados ambientais produzidos ou armazenados na autarquia, dentro de uma plataforma aberta ao público por meio da internet. A decisão foi tomada, na quinta-feira (17), durante reunião entre representantes da Semace e do programa Cientista-Chefe Meio Ambiente.

Serão oferecidos dados sobre o licenciamento e a fiscalização ambiental realizados pela Semace, em mais de 30 anos de atuação. Informações sobre o monitoramento das praias, dos rios e da qualidade do ar também serão oferecidos. A parceria integra a autarquia ao sistema de informações geográficas (websig), em desenvolvimento no âmbito do programa.

Os dados geográficos custodiados pela Semace são gerados de acordo com as normas técnicas e têm caráter científico. São um patrimônio imaterial de grande relevância para a consulta de entes do Estado, do mercado e da sociedade ou para a pesquisa científica. A Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e outros órgãos estaduais também participam.

Linha de corte

A Semace também participará do esforço de levantar e acompanhar a dinâmica da linha de corte do litoral do estado. A linha imaginária indica o avanço e o recuo do mar sobre a praia ao longo do tempo. O parâmetro é citado na legislação ambiental e serve para as decisões relacionadas ao planejamento costeiro e marinho.

“Nem todos os estados brasileiros possuem essa linha de corte levantada, e isso é fundamental para permitir uma maior fiscalização e controle do uso e ocupação”, afirmou o doutor em ciências marinhas tropicais, Eduardo Lacerda, que integra o grupo de pesquisadores do Cientista Chefe Meio Ambiente.

Márcio Silvestre

Márcio Silvestre

Formado pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), com experiência em Assessoria de Imprensa e Produção Cultural. "A comunicação e a arte se cruzam no meu caminho. Descobri no jornalismo a oportunidade de contar histórias e compartilhar conhecimento".