Arte e Cultura

Projeto Pensando Verde na Mostra distribui mudas em Crato

Mostra Sesc promove práticas sustentáveis e de preservação do meio ambiente, como forma de conscientizar a população sobre a importância de espaços arborizados e seus benefícios
Por Márcio Silvestre • 19 de novembro de 2018

Foto: Jr. Panela

Educação ambiental também tem espaço na 20ª Mostra Sesc Cariri de Culturas. O projeto “Pensando Verde na Mostra” tem promovido oficinas, mostra fotográfica, vivência inclusiva, exposições e trocas de mudas na Praça da Sé, no Crato, para desperta sensibilizar as pessoas sobre a importância do plantio e da preservação do meio ambiente.

A Analista Assistencial de Atividade e Desenvolvimento Comunitário do Sesc Fortaleza, Clarice Araújo, explica a importância do cuidado com o meio ambiente e a necessidade da educação ambiental. “Essas ações em grandes eventos despertam, desde a criança até os avós, sobre a urgência dos cuidados com o Planeta. E esse é o conceito de desenvolvimento sustentável: cuidar da Terra e utilizar os recursos naturais de forma responsável para a garantia da qualidade de vida dessa e das próximas gerações”, explica.

Assessoria de Comunicação da Mostra

Arborização

 

A troca de livros por mudas tem como prioridade a difusão de plantas florestais nativas da região como cajueiro, jucás e ypês roxo e amarelo, já que alguns municípios do cariri cearense abrangem a Floresta Nacional do Araripe-Apodi, um dos últimos redutos de mata atlântica no País. A ação busca contribuir para a arborização urbana, colaborando para o conforto climático na cidade, bem como garantir abrigo e alimentação para os animais.

Cultura

A grande novidade do projeto este ano é aliar sustentabilidade e cultura. A proposta é que o público possa trocar livros por mudas de plantas. A meta é distribuir mais de 600 unidades e, desse modo, o desenvolvimento sustentável é proposto nos três pilares e dimensões: econômico, social e ambiental. Os livros arrecadados, além de ampliar o acervo da biblioteca da Unidade Sesc Crato, também serão doados para instituições comunitárias.

Acessibilidade

Além da programação na Praça da Sé, esta edição promove uma vivência inclusiva ambiental com os alunos da Apae do Crato, a partir do contato com a natureza, em uma trilha sensorial no Parque Estadual Sítio Fundão, realizada de 6h às 11h no dia 20/11. Conforme Clarice, a trilha permite acessibilidade de pessoas com deficiências diversas que, ao final, contemplarão uma apresentação musical de integrantes da Vila da Música – Sociedade Lírica do Belmonte.

Assessoria de Comunicação da Mostra

CATEGORIA:

Márcio Silvestre

Formado pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), com experiência em Assessoria de Imprensa e Produção Cultural. "A comunicação e a arte se cruzam no meu caminho. Descobri no jornalismo a oportunidade de contar histórias e compartilhar conhecimento".