Cariri Sustentável

OMM alerta para o alto índice de dióxido de carbono na atmosfera apesar do confinamento

Por Márcio Silvestre • 14 de maio de 2020
Foto: Indústrias lançam milhões de toneladas de dióxido de carbono na atmosfera todos os anos. Foto: Tatiana Grozetskaya / Shutterstock.com

A pandemia de coronavírus tem sido um desafio que mudou radicalmente os hábitos da humanidade, provocando mudanças na rotina, no consumo e nas relações sociais. O isolamento social provocado pela pandemia tem sido um aliado para enfrentar uma outra crise, a ambiental. Mas será que essas mudanças pontuais podem frear o efeito estufa?

Menos veículos nas ruas, redução no consumo, na produção industrial e nos voos aéreos, são medidas que refletem na diminuição de dióxido de carbono (CO2) lançado na atmosfera. De acordo com a Organização Meteorológica Mundial (OMM), órgão ligado à ONU, ainda que estejam ocorrendo reduções das emissões de gases de efeito estufa pela interrupção da economia, a concentração na atmosfera do CO2 continuou aumentando durante este ano.

Por isso se faz necessário que a população mundial adote um modelo de vida mais sustentável para além da pandemia. Mudanças de hábitos são necessárias e urgentes para reduzir os impactos ambientais. O consumo consciente  tem se mostrado eficaz para reduzir o índice de poluição nos centros urbanos, mas

Monitoramento Climático

O estudo da OMM publicado no dia da terra, 22 de abril, apresenta um relatório de monitoramento climático feito entre os anos de 2015 e 2019. Esse estudo mostra o crescimento do nível de gases em diversos observatórios do mundo. O que se reflete nos recordes de temperatura global maiores a cada ano.

Segundo a organização, a questão climática é tão urgente e necessária de enfrentamento quanto a pandemia. Por isso a OMM pediu que os países mostrem a “mesma determinação e unidade” na luta contra a mudança climática que contra a pandemia da covid-19 sugerindo que os países coloquem em andamento pacotes de estímulo, que garantam que a economia volte a crescer de forma mais verde.

3 R’s da Sustentabilidade

Nos últimos anos, a humanidade passou a viver em crédito por ter consumido todos os recursos naturais. O meio ambiente tem sido severamente castigado pela ganância humana. Desde as queimadas na floresta amazônica ao vazamento de óleo nas praias do nordeste brasileiro, temos visto o descuido e irresponsabilidade governamental e civil com o meio ambiente.

O consumismo desenfreado e a falta de coleta seletiva nos municípios sobrecarregam os lixões e contribuem para maior degradação ambiental. É preciso começar a cuidar do planeta dentro de casa, aplicar medidas de consumo consciente, utilizando os 3 R’s da Sustentabilidade (Reduzir, Reutilizar e Reciclar). Aplique no seu dia a dia práticas de Consumo Consciente. Compre somente o que for consumir, para evitar desperdícios de alimentos, embalagens e até objetos.

Márcio Silvestre

Márcio Silvestre

Formado pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), com experiência em Assessoria de Imprensa e Produção Cultural. "A comunicação e a arte se cruzam no meu caminho. Descobri no jornalismo a oportunidade de contar histórias e compartilhar conhecimento".