Arte e Cultura

Maria da Penha participa de oficialização de políticas públicas em defesa da mulher

Por Márcio Silvestre • 13 de setembro de 2019

Em visita pelo Cariri, a ativista cearense, símbolo da luta contra violência doméstica e punição dos agressores, no Brasil e no mundo, Maria da Penha Maia Fernandes, foi homenageada em solenidade de oficialização de dois importantes projetos de defesa da mulher, em Juazeiro do Norte. O evento aconteceu na tarde de quarta-feira, 11, no auditório da Universidade Leão Sampaio, na ocasião foram apresentadas a Patrulha Maria da Penha e o Projeto Das Marias – pela Paz, pela Vida, políticas públicas voltadas à prevenção e ao combate da violência contra a mulher, inéditas no Estado do Ceará.

O evento reuniu ativistas e estudantes que vieram conhecer a criadora de uma das três mais importantes leis do mundo. Estavam juntos de Maria da Penha na mesa da solenidade, o Prefeito, Arnon Bezerra, a Secretária Municipal de Segurança Pública e Cidadania, Ivoneide Antunes, o Secretário Executivo da Sedest, Tiago Pereira, a Secretária Executiva de Políticas para as Mulheres do Estado, Denise Aguiar, a titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Débora Gurgel, e representantes de toda a rede de proteção à mulher no Município.

Iniciativas pioneiras no Estado

Maria da Penha disse que a expectativa é de redução do número de reincidência da violência a partir da fiscalização do cumprimento das medidas protetivas, que será realizada pelo patrulhamento da Guarda Civil, e da reeducação dos agressores, foco do projeto Das Marias. Ela também defendeu a implementação de Centros de Referência da Mulher dentro de postos de saúde ou de hospitais para orientar as vítimas sobre os seus direitos e facilitar as denúncias.

Secretária Ivoneide Antunes apresentando a Patrulha Maria da Penha. Foto: Márcio Silvestre.

Durante o evento, o Prefeito Arnon Bezerra assinou o termo de cooperação com o Juizado da Violência Doméstica e Familiar. Assim, a Guarda Civil irá receber as demandas de medidas protetivas e programará as visitas periódicas às vítimas, combatendo e prevenindo novas agressões. Para denunciar está disponível um aplicativo gratuito para Android: Shout, que significa grito em inglês. Inicialmente, 16 guardas civis farão o patrulhamento; quatro atuarão 24h por dia, inclusive nos finais de semana. O trabalho começará na próxima segunda-feira, 16. Eles foram devidamente capacitados, passaram por prova escrita e entrevista psicológica.

“A Patrulha Maria da Penha vai atender de forma humanizada e continuada”, enfatizou a Secretária de Segurança Pública e Cidadania de Juazeiro do Norte, Ivoneide Antunes.

A Secretária Executiva de Políticas para as Mulheres do Ceará, Denise Aguiar, destacou o pioneirismo das ações da administração municipal e afirmou que o Estado vai copiar o projeto Das Marias por sua excelência técnica para ser desenvolvido no Estado, destacando o pioneirismo de Juazeiro do Norte como referência.

CATEGORIA:

Márcio Silvestre

Márcio Silvestre

Formado pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), com experiência em Assessoria de Imprensa e Produção Cultural. "A comunicação e a arte se cruzam no meu caminho. Descobri no jornalismo a oportunidade de contar histórias e compartilhar conhecimento".