Arte e Cultura

FIMC promove intercâmbio de culturas no Cariri

Por Márcio Silvestre • 7 de dezembro de 2018

Foto:  Kennedy Araújo

O II Festival Internacional de Máscaras do Cariri (FIMC) promove intercambio de culturas entre mascareiros de todos os cantos do Brasil, Portugal, Canadá e África. O Festival, que encerra neste sábado (08), tem oportunizado a construção e difusão de diferentes identidades culturais, colorindo ainda mais região do Cariri, com cortejo, oficinas, espetáculos, exposições, shows e momento de pesquisa e compartilhamento de conhecimento, atavés do II Colóquio Internacional Mascaramento na Cena Expandida, que reuniu especialistas e produtores culturais de vários lugares do mundo.

Foto: Marcelo Paes de Carvalho

O evento é uma realização da ONG Beatos & Ato Cultural, contando com apoio institucional das Prefeituras do Crato, Juazeiro do Norte, Aquiraz, e da Universidade Regional do Cariri (URCA), e apoio cultural do Theatro José de Alencar, Quitanda das Artes e Casa Ninho de Teatro, além de outras parcerias fundamentais para realização do mesmo.

Máscaras no Cariri

Inspirado no Masq’alors, Festival Internacional de Máscaras de Quebec – Canadá, o FIMC busca desde sua concepção, romper barreiras e aproximar culturas, através de um símbolo milenar utilizado em rituais, festas, performances artísticas e no carnaval. A simbologia da máscara está no campo do sagrado e do profano e o seu uso é atrelado ao místico, cênico ou simplesmente disfarce.

Foto: Kennedy Araújo

Tudo isso fascinou a idealizadora do Festival, Dane de Jade, que comenta sobre a importância de se manter vivas iniciativas como essa. “O FIMC é uma forma da gente tá se conectando e promovendo conciliação, trocas e diálogos tão potentes entre pessoas diferentes lugares do mundo. O que de fato importa neste festival é o afeto, a forma que você consegue se comunicar com o outro e construir laços para a vida”, explica.

O festival se encerra neste sábado (08), no Terreiro do Mestre Raimundo Aniceto, em
Crato. No local, haverá apresentação do Forró dos Anicetos, às 18h e Malassombros – Teatro de Retalhos, às 19h.

CATEGORIA:

Márcio Silvestre

Formado pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), com experiência em Assessoria de Imprensa e Produção Cultural. "A comunicação e a arte se cruzam no meu caminho. Descobri no jornalismo a oportunidade de contar histórias e compartilhar conhecimento".