Colunas

FIEC realiza estudo capaz de medir o Índice de Inovação dos Estados

Investir em inovação tem sido o meio de garantir o fortalecimento econômico e o desenvolvimento de grandes centros urbanos do mundo. Pensando nisso, o sistema FIEC lançou o índice de inovação dos estados, um estudo que mensura aspectos multidimensionais do processo de inovação e traça um ranking nacional.
Por Márcio Silvestre • 14 de maio de 2019

Numa iniciativa pioneira, a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), através do Observatório da Indústria, lançou o Índice FIEC de Inovação dos Estados. Trata-se de um verdadeiro raio-x de como cada Estado brasileiro se posiciona em diferentes aspectos do processo inovador. O Índice mensura aspectos multidimensionais do processo de inovação e traça um ranking nacional. O objetivo é identificar lacunas e direcionar políticas para a melhoria e desenvolvimento dos diferentes aspectos do ecossistema de inovação no Brasil.

Com periodicidade anual, o primeiro Índice aponta São Paulo como o Estado mais inovador do Brasil. Em segundo e terceiro lugares estão posicionados Paraná e Distrito Federal, respectivamente. O Ceará aparece em posição intermediária. É o 16º Estado mais inovador do Brasil e o quinto do Nordeste. Em último lugar no ranking nacional está o Maranhão.

O Índice FIEC de Inovação dos Estados está dividido em duas áreas – Capacidades e Resultados – e cada uma delas avalia tanto o ecossistema de inovação quanto a inovação em si. O conjunto de indicadores que formam o Índice representam os aspectos e as capacidades essenciais para o desenvolvimento dos Estados brasileiros, de modo que, quando postos em conjunto, constroem a base para o crescimento da competitividade e da produtividade estadual.

O Índice de Capacidades mede quatro aspectos: Capital Humano, Infraestrutura de Telecomunicações, Investimento Público em Ciência e Tecnologia e a Inserção de Mestres e Doutores na Indústria. Já o Índice de Resultados é formado por quatro indicadores: Propriedade Intelectual, Produção Científica, Competitividade Global em Setores Tecnológicos e Intensidade Tecnológica da Estrutura Produtiva.

Confira o Índice FIEC de Inovação dos Estados completo AQUI

Saiba mais

Observatório da Indústria da FIEC tem a missão de contribuir para o desenvolvimento industrial do Ceará por meio da geração, uso e disseminação de conhecimento especializado. Para tanto, disponibiliza plataforma com informações socioeconômicas, de mercado, tecnológicas e de comércio exterior, entre outros. O Observatório junto com Serviço Social da Indústria (SESI Ceará), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL Ceará) formam o Sistema FIEC.

 

*Com informações da Assessoria de Imprensa do FIEC.

 

CATEGORIA:

Márcio Silvestre

Márcio Silvestre

Formado pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), com experiência em Assessoria de Imprensa e Produção Cultural. "A comunicação e a arte se cruzam no meu caminho. Descobri no jornalismo a oportunidade de contar histórias e compartilhar conhecimento".