Cariri Sustentável

Cariri reciclou mais de 41 toneladas de lixo no ano passado

Ecopontos da Enel trocam resíduos por desconto na conta de energia
Por Bruna Vieira • 5 de abril de 2019

(Os dois ecopontos do Cariri estão localizados em Juazeiro do Norte. Foto: Divulgação.)

 

O Objetivo do Desenvolvimento Sustentável, ODS, número 13 da Organização das Nações Unidas, ONU, é promover ações contra a mudança global do clima. O Ecoenel é um programa de sustentabilidade da Enel Ceará para cumprir essa meta, através da preservação ambiental. Reciclando lixo, o projeto também contribui para a Política Nacional de Resíduos Sólidos. No Cariri, dois ecopontos estão em funcionamento, onde é possível trocar o que seria descartado por desconto na conta de energia. Foram mais de 41 toneladas recicladas.

Descartar corretamente os resíduos é uma necessidade humana. A sustentabilidade desperta o interesse do caririense gradativamente. Plásticos e outros materiais que demoram séculos para se decompor são reutilizados após a reciclagem, diminuindo a poluição ambiental. Além da consciência ambiental, essa ação também pode gerar economia no bolso.

No ano passado, o programa Ecoenel reciclou mais de 4 mil toneladas em todo o Ceará, gerando bônus de mais de R$ 950 mil reais nas faturas de energia de 19.518 clientes. Também é possível transferir o bônus para outra unidade consumidora. É possível ajudar 23 instituições filantrópicas, como Apae e Associação Peter Pan ou doar para a organização que desejar.

Uma ação inovadora em que o maior beneficiado é o planeta. Em 12 anos, cadastrou 481.834 clientes, que descartaram quase 36 mil toneladas de resíduos nos ecopontos. Foram R$ 5.940.219,62 concedidos em descontos na conta de luz, com uma economia de energia na ordem de 150.304.254 kWh.

 

41.591 kg de resíduos arrecadados em 2018 no Cariri

R$ 8.373,00 foram economizados pelos clientes da região

 

Como funciona: Os resíduos recicláveis levados aos postos de coleta são pesados separadamente por tipo. A informação é computada em uma máquina de processamento de dados e, via web, o valor é creditado na conta de energia, de acordo com a categoria do resíduo coletado. A próxima fatura já vem com o desconto. Caso o valor da bonificação seja superior ao total da conta, o excedente é creditado automaticamente na fatura seguinte.

 

Tipos de materiais recebidos nos ecopontos:

Latinhas de bebida;

Copos;

Garrafas de plástico;

Livros velhos;

Óleo de cozinha.

 

Como participar:

Solicite o cartão Ecoenel nos postos de coleta;

Leve o lixo reciclável separado por tipo ao ecoponto;

Registre os bônus para a próxima fatura de energia.

 

Avanço: O Ecoenel foi eleito em 2015 como um dos mais importantes projetos da América Latina alinhado aos princípios do Pacto Global das Nações Unidas e reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente como Prática de Referência Ambiental.

Retrocesso: O ecoponto de Campos Sales está desativado devido à baixa movimentação.

 

Outros projetos

Enel Compartilha Eficiência: troca de geladeiras velhas por modelos novos mais eficientes. Os sorteios foram realizados em Barbalha e Crato.

Rede de Lideranças Comunitárias: orientação de líderes comunitários.

Campanha Latinhas Ecoenel: troca de latinhas de alumínio valem 30% a mais no bônus na conta de energia.

 

Ecopontos em Juazeiro do Norte:

Usina Recicle – Avenida Carlos Cruz, S/N (antiga usina dos Bezerra)

Horário de funcionamento: 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h (segunda à sexta-feira)

Empresa parceira: Usina Recicle

 

Estacionamento do Assaí Atacadista – Avenida Padre Cícero, 4400

Horário de funcionamento: 8h às 12h e 13 às 17h (segunda à sexta-feira) e 8h às 12h no sábado.

Empresa parceira: Arplast

 

Com o cartão do programa é possível trocar lixo reciclável por desconto na conta de energia. Foto: Divulgação.

 

*Com assessoria

 

Bruna Vieira

Bruna Vieira

Bruna Vieira é mestra em Jornalismo pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e bacharel em Jornalismo pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Atuou como repórter, produtora, editora e âncora em Rádio, TV, Impresso e Online. Vencedora dos prêmios SBR Pfizer 2017 e 2016, Fenacor 2016 e Criança PB 2015. "Recontar histórias de vida, com sensibilidade e humanismo, porque o jornalismo também é feito de afetos".