Arte e Cultura

A casa azul se renova

Do dia 14 a 19, a Fundação Casa Grande comemora os festejos de 23 anos de história. Entre cortejos de grupos populares, círculo de conversas, oficinas, shows e espetáculos, a casa azul se renova com a tradição do Sagrado Coração de Jesus
Por Ribamar Junior • 17 de dezembro de 2015

Em meados dos anos 70, a fachada da casa em Nova Olinda não passava de ruínas. O sonho azul ainda não havia se materializado. Apenas em 1992, após Alemberg Quindins e Rosiane Limaverde desenvolverem pesquisas antropológicas e mitológicas diante das lendas da aldeia Kariri e receberem doações de artefatos arqueológicos, foi que nasceu a ideia de restaurar a antiga casa do avô dele, o Manuel Ferreira Lima.

No próximo dia 19, a Fundação Casa Grande – Memorial do Homem Kariri completa 23 anos em atividade. Anualmente, é realizada a tradição nordestina da Renovação do Sagrado Coração de Jesus. Mantida pelos fundadores, o costume se dá como forma de revigorar a fé e agradecer pelo ano, reunindo amigos e familiares para confraternizar em devoção. Para Alemberg, “é um momento de celebrar a arte do Cariri”.

renovaçãocasagrandesite2

Um dia de festa é pouco para tanta comemoração. Iniciada no dia 14 com a abertura da Exposição Visita aos Encantos da Chapada do Araripe, a programação segue até o dia 19 com círculo de conversas com Paulo Brandão e Elizabeth Rodrigues (RJ), debatendo música e produção cultural, e André Magalhães e Vanessa Louise (SP), discutindo música e cultura popular brasileira. Acontecerão ainda a apresentação do seminário de conclusão do Curso de Extensão em Arqueologia e Gestão do Patrimônio Cultural da Chapada do Araripe, oficinas de Perna de Pau e de Pintura de Terra e apresentação do espetáculo Histórias de Teatro e Circo, pela Cia. Carroça de Mamulengos.

No último dia, logo cedo, o programa A Voz da Liberdade na Casa Grande FM 104,9 anuncia o hasteamento das bandeiras e hino da Casa Grande. Ainda se conta com o cortejo de grupos de tradição popular, como a Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, os Karetas de Potengi, o Reisado Discípulos do Mestre Pedro, os Bacamarteiros da Paz, os Guerreiros de Nossa Sra. Aparecida e o Grupo Flor do Pequi. No dia serão inaugurados a Pracinha Miguel Ferreira Lima e o Instituto de Arqueologia do Cariri, uma criação da URCA, com assinatura de convênio de pesquisa, ensino e extensão da Fundação Casa Grande, UFPI e o Centro de Arqueologia da Universidade de Coimbra. Também terá o lançamento da CARIRI #23, que trará a diretora Rosiane na capa.

renovaçãocasagrandesite1

Rosiane e Alemberg, os fundadores da Casa Grande

A cantora mineira Ceumar participará de uma conversa musical com os visitantes e o cantor Cícero do Assaré, apresentará o show Semente de Luz. A bandinha de lata não poderia ficar de fora e vem com entusiasmo animar os festejos. Antes do corte do bolo, a Folia de Reis do Carroça revive as tradições e renova a casa azul. As atividades do evento contam com o patrocínio da CAIXA e Governo Federal, na Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e a parceria do Centro Cultural Banco do Nordeste, do SESC, da Universidade Federal do Cariri e da Editora 309. Alemberg finaliza: “É uma festa para entrar no calendário do Cariri”.

CATEGORIA:

Ribamar Junior