Consumo e Estilo

2ª Feira de Peixes Ornamentais será realizada neste domingo, 10, em Crato

Evento busca incentivar o setor que movimenta R$ 15 milhões no estado
Por Bruna Vieira • 9 de março de 2019

Feira de Peixes Ornamentais terá nova edição neste domingo, 10. Foto: Geovany Brasil.

 

Para incentivar a produção e desenvolvimento da aquariofilia no Cariri, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, IFCE, promove a 2ª edição da Feira de Peixes Ornamentais em Crato. A programação contará com a exposição e comercialização de espécies diversas, como betta, espada, japonês, melanésia e guppy, a partir das 17h. O setor está em franca evolução no estado, movimentando cerca de R$ 15 milhões por ano, segundo a Associação dos Criadores e Lojas de Aquário do Ceará, que prevê crescimento de 10% este ano.

O evento aberto ao público nasceu do projeto de extensão “Produção de peixes ornamentais: uma estratégia empreendedora para geração de emprego e renda”, do IFCE campus Crato. O coordenador Messias Alves avaliou a 1ª edição, realizada em dezembro. “Observamos que muitas pessoas vieram prestigiar, não só à procura de peixes, enfeites ou ração, mais sim, trocar experiências. É isso que buscamos. Fazer com que o hobby seja cada vez mais conhecido”, analisou.

O professor Messias ressaltou ainda a presença do público infantil. “Não há um público especifico. Porém, sabemos que existem vários produtores e pessoas apaixonadas pela criação de peixes em aquários, esses são um público cativo. Também é notório observar o interesse e a curiosidade das crianças pelos peixes ornamentais”, apontou.

O sucesso de vendas na primeira edição motivou a continuidade da atividade que deverá ter calendário mensal, no segundo domingo de cada mês. “Os produtores ficaram muito satisfeitos com a divulgação e a aceitação do mercado. Houve grande procura por novos produtos. A feira de peixes ornamentais foi um evento que movimentou um setor que existe, mas, ainda precisa de mais investimento e incentivo”, destacou.

 

Futuro favorável

Messias aponta um futuro promissor e a importância do apoio governamental. “Somando todos os fatores favoráveis que a região oferece, brevemente, estaremos sendo um dos grandes produtores de peixes ornamentais do Ceará. Como zootecnista e professor de aquicultura, acredito que o IFCE Crato é uma das instituições pioneiras no estado que vem pesquisando e formando profissionais nessa área da piscicultura ornamental. O espaço e o apoio que a Prefeitura do Crato vem dando para a atividade é de suma importância para esse desenvolvimento”, reiterou.

Eventos como a feira possibilitam unir os produtores e fortalecer a comercialização. Seis deles estarão presentes neste domingo. “O principal objetivo é fazer com que o Cariri desenvolva a produção dos peixes ornamentais, que hoje se concentra muito em Fortaleza”, declarou.

 

Empregabilidade e mercado comercial

Se por um lado do mercado há um público consumidor, por outro, há os produtores de peixes ornamentais. Boa parte são alunos e ex-alunos do IFCE, que entraram nesse ramo com os conhecimentos adquiridos na disciplina de Aquicultura do curso Técnico em Agropecuária nível médio ou subsequente (para quem já concluiu o ensino médio) e superior em Zootecnia. Eles também participam da Feira de Peixes Ornamentais expondo seus produtos. “Temos alguns produtores na região, principalmente, de espécies mais simples. Já peixes de linhagens como os bettas, Kinguios e acarás, vêm de produtores de outras regiões”, revelou o professor que coordena o Laboratório de Piscicultura do IFCE Crato.

Messias destacou que falta investimento no setor, que ainda traz peixes de fora e isso gera oportunidades de expansão dos negócios. “A região do Cariri possui vários amantes da piscicultura ornamental. Porém, ainda conta com poucos investidores. Há algumas lojas que vendem peixes, ração, enfeites, entre outros produtos. Mas, ainda faltam peixes, medicamentos e ração. Além do mais importante: mão de obra de qualidade. Pessoas que se dedicam aos cultivos e os cuidados com os peixes e os aquários. Contamos com alguns produtores que cultivam e reproduzem em suas próprias residências, no entanto, a maioria compra os animais de outras regiões. É um mercado que tem potencial”, indicou Messias.

De acordo com o professor, o mercado é amplo para a piscicultura de forma geral, não somente para as espécies decorativas. “Diariamente vários produtores nos procuram para pedir informações sobre técnicas de produção de peixes e informações sobre venda de alevinos. Apesar da região apresentar grande disponibilidade de água, clima favorável, vias de acesso e curso de formação, ainda temos poucos produtores. Precisamos incentivar cada vez mais a produção de peixes”, elencou.

 

Apoio Municipal

O projeto do IFCE foi apresentado à Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Crato, SMDA, que se tornou parceira do evento. O secretário adjunto, Tiago Ribeiro, assegurou o apoio à continuidade da feira. “Os produtores e vendedores gostaram da iniciativa e ficaram satisfeitos, então, nossa missão é apoiar enquanto prefeitura”, afirmou.

 

Outras apresentações:

Robótica

Hidroponia

Entrega de mudas de árvores nativas

Balanço de ações da SMDA

 

Serviço

Feira de Peixes Ornamentais

Data: 10/03/2019

Local: Praça da Sé – Crato

Horário: 17h

Divulgação.

CATEGORIA:

Bruna Vieira

Bruna Vieira

Bruna Vieira é mestra em Jornalismo pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e bacharel em Jornalismo pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Atuou como repórter, produtora, editora e âncora em Rádio, TV, Impresso e Online. Vencedora dos prêmios SBR Pfizer 2017 e 2016, Fenacor 2016 e Criança PB 2015. "Recontar histórias de vida, com sensibilidade e humanismo, porque o jornalismo também é feito de afetos".