Políticas Públicas, Reportagens, Saúde 0

Primeira UTI Neonatal do Crato começa a funcionar em novembro

2.792 crianças nasceram no Hospital e Maternidade São Francisco de Assis neste ano. O hospital agora ganha a primeira UTI Neonatal do Crato

O Hospital e Maternidade São Francisco de Assis inaugurou na quinta-feira (20) a Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal, onde 10 leitos estarão à disposição de prematuros e bebês que necessitam assistência especial ao nascer. A UTI é a primeira do Crato e a terceira do Cariri – apenas o Hospital Maternidade São Vicente de Paulo, em Barbalha, e o Hospital São Lucas, em Juazeiro do Norte, também dispõe de uma unidade voltada para recém-nascidos. Com uma equipe especializada em Neonatologia, a Unidade no São Francisco ainda dispõe de um leito de isolamento.

Ainda que a preferência da UTI Neonatal seja para prematuros, qualquer bebê pode precisar da internação. “Antes, se os pais precisassem de uma UTI, precisavam ir para Barbalha ou Juazeiro”, conta Alison Maia, Diretor de Operações do Hospital, “Por isso, a inauguração no São Francisco é uma grande conquista para a cidade do Crato”. Os equipamentos, que irão salvar crianças com dificuldades respiratórias, de deglutição, entre outras condições, foram adquiridos através de uma Emenda Parlamentar do Deputador Arnon Bezerra (PTB-CE).

Fundado em 1936 e administrado pela Rede São Camilo desde 2004, o Hospital faz parte da 20ª Coordenadoria Regional de Saúde, que abrange 12 município, totalizando 340 mil habitantes que podem precisar dele. Em setembro deste ano foram realizados ali mais de 18 mil atendimentos, 513 cirurgias e 299 partos.

img_9408

Sugestões de Leitura