Cariri Sustentável 0

Naquele cantinho cabe uma horta

Projeto atua na construção de hortas em comunidades, escolas e cadeia pública

Ao longo do ano, estudantes e professores da faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Cariri (UFCA), em Crato, vem desenvolvendo atividades voluntárias voltadas para a conscientização alimentar e nutricional e o resultado tem sido o envolvimento da população na construção de hortas horizontais e verticais em bairros, comunidades, escolas municipais e cadeia pública.

A comunidade do Gesso, no município citado, cinco residências com fragilidade alimentar, a Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental José do Vale Arraes Feitosa, no bairro Barro Branco, e a cadeia pública já receberam os serviços do projeto. Também participa o Colégio da Polícia Militar, em Juazeiro do Norte.

A escolha das hortaliças e demais alimentos a serem plantados tem por base as necessidades e especificidades de cada localidade. Alface, cebolinha, coentro, quiabo, tomate-cereja, pimenta, pimentão, cenoura, beterraba e frutas como manga, caju, abacate, acerola e laranja são algumas opções já cultivadas sem agrotóxicos ou quaisquer aditivos prejudiciais à saúde.

 

Fotos: Emanoella Callou

 

“A ideia é que a gente faça todo o acompanhamento inicial de implantação. Depois a própria comunidade fica cuidando e vamos supervisionando”, explica o bolsista do PET, Pedro Bruno Xavier, do 7º semestre da faculdade de Agronomia. Atitude que vem dando certo para Francisco das Chagas Correia Lima, morador da comunidade do Gesso há 10 anos, que também ajuda na plantação de frutas, hortaliças e frequentemente rega as plantas. “O trabalho é bom para nós e para os bolsistas do projeto, que vão aprendendo também com a gente”, disse Francisco.

Executado 16 estudantes, o projeto leva a supervisão do professor Felipe Thomaz da Camara, tutor do PET Agronomia, e da professora Deiziane Lima Cavalcante, coordenadora adjunta do Programa Institucional de Extensão Agroecologia, Sustentabilidade e Tecnologias Socioambientais da Universidade Federal, e ainda conta com a parceria do projeto Nova Vida, que atende 293 crianças e adolescentes.

 

 

 

 


Com informações do Departamento de Comunicação da Universidade Federal do Cariri.

Sugestões de Leitura