Esporte

Judocas amadores treinam com atletas olímpicos no Encontro Sesc de Judô

Atletas mirins, amadores e profissionais do Judô de toda a região do Cariri e estados vizinhos participaram de um fim de semana de imersão no esporte com a presença especial de dois ídolos nacionais, o medalhista olímpico Tiago Camilo e a renomada Rosicleia Campos, atual técnica da Seleção Brasileira de Judô Feminino e também atleta olímpica, durante o Encontro Saiba mais

Por Alana Maria • 4 de junho de 2018

Atletas mirins, amadores e profissionais do Judô de toda a região do Cariri e estados vizinhos participaram de um fim de semana de imersão no esporte com a presença especial de dois ídolos nacionais, o medalhista olímpico Tiago Camilo e a renomada Rosicleia Campos, atual técnica da Seleção Brasileira de Judô Feminino e também atleta olímpica, durante o Encontro Sesc de Judô ocorrido nos dias 1 a 3 de junho.

Em meio a programação, os jovens judocas assistiram a palestra dos experientes atletas Tiago e Rosicleia, que compartilharam suas experiências e suas trajetórias no esporte profissional, assim como deram dicas técnicas e orientações durante oficinas ministradas no sábado, 2, e domingo, 3.

 

Tiago Camilo, atleta e medalhista olímpico: “Me sinto honrado de estar aqui contando minha história sabendo que de alguma forma podemos impactar positivamente a vida dessas crianças. Se conseguirmos realmente colocar alguma coisa dentro do coração de alguma criança, fazendo com que ela sonhe em trilhar o caminho do esporte, ficarei muito feliz”

 

Um momento único na vida de um atleta iniciante, sem dúvidas. Para o faixa Preta Caio Eduardo Dutra Silva a experiência é enriquecedora em todos os sentidos. “É muito bom estar perto do atleta em quem a gente se inspira”, conta. “É fortalecedor e aprendemos bastante”. O próprio Caio é destaque entre seus colegas de tatame. Formado junto a equipe de Judô do Sesc Crato pelo Programa de Comprometimento e Gratuidade (PCG), o atleta coleciona medalhas em campeonatos Regionais e Nacionais.

 

Rosicleia Campos, técnica da Seleção Brasileira de Judô Feminino: “O Judô faz parte da minha vida e tem todos os predicados para trazer a filosofia, educação e resiliência do esporte para as crianças e os adultos que o praticam. É um esporte que aceita desde o pequenino e magrinho até o grandão e gordinho”, diz (Fotos: Alana Maria)

Em 2017, o rapaz teve a oportunidade de lutar com Mayara Aguiar, uma das mais importantes judocas brasileiras da atualidade, também através do evento Encontro Sesc de Judô. “É sensacional todo ano termos esse momento junto a um atleta olímpico nos dando dicas e orientando. Afinal, o sonho de todo atleta é chegar a uma Olimpíada”, descreve.

O mesmo sonho também floresce na pequena Ana Luíza, 9 anos, que revela: no futuro, será uma médica judoca. Por enquanto está na faixa Azul (segunda de nível), mas acredita que se continuar treinando com o entusiasmo de hoje, ninguém poderá impedi-la de alcançar essa meta. O gosto pelo esporte passou até para a irmã mais nova, Eloise, que também gosta de aplicar técnicas certas para derrubar os oponentes. Acompanhando as filhas no evento, o pai não consegui esconder o sorriso de orgulho.

Mas Judô não é apenas aplicar golpes, diz a faixa Amarela Naline Belo, 16 anos, que percorreu a distância entre Cajazeiras (Pb) e Crato para competir e conhecer seus ídolos. “Observei que o Judô não é só um estilo de luta, mas um modo de vida. Dá liberdade e entendimento”, Naline reflete. “Eu tinha um grande problema com ansiedade e por qualquer coisa eu chorava”, conta. “Depois que comecei a treinar, consigo controlar melhor essa ansiedade. Consigo conter isso e me expressar de outra forma. Graças ao Judô”.

 

Treino antes da competição (Fotos: Alana Maria).

 

O sensei de Naline, Matheus Moreira, concorda: “Judô é uma arte que promove a disciplina, respeito e humildade”. Em Cajazeiras, os dois fazem parte do Projeto Tatame Legal, iniciativa do Matheus em parceria com o karateca Renato Xavier e a educadora física Samara Brasil, da Instituição Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), que realiza realiza aulas de Judô e Karatê para crianças, adolescentes e adultos daquele município.

“Eu quis criar o projeto não apenas para competir, mas para formar seres humanos”, afirma o professor Matheus. Duas vezes por semana ele dá aulas de Judô para 32 alunos sob apenas uma condição: querer muito participar e aprender. O projeto é veiculado ao IFPB através da Extensão Universitária e tem apoio de outras instituições, como o Exército, a PM, o Corpo de Bombeiros e escolas municipais.

 

Naline Belo, 16 anos, judoca por vocação.

 

ENCONTRO SESC DE JUDÔ

O Encontro Sesc de Judô foi idealizado pelo setor de Esporte da Unidade Crato do Sesc em 2014 como resposta ao crescimento dos campeonatos internos de Judô para os alunos da unidade e da popularização do esporte na região. Naquele ano, a primeira edição trouxe o ex-atleta Rogério Sampaiordoso.

“A cada evento buscamos trazer nomes que estejam no auge do Judô para inspirar o crescimento dos alunos. Com esses momentos de aprendizado, buscamos proporcionar uma rica vivência para todos os participantes”, conta a coordenadora de Esporte do Sesc, Bia Alencar.

O próprio campeonato também muda. Organizado há mais de 15 anos, deixou de ser interno e passou a receber times e grupos de outras cidades e estados na competição.

 

 

Ouro da Casa: judoca Caio Eduardo Dutra Silva, da faixa branca à preta pelo Sesc (Fotos: Alana Maria).

 

 

A equipe do projeto Tatame Legal, de Cajazeiras-PB, veio ao Crato participar da competição e das oficinas. Naline, primeira à direita, em pé, leva o esporte como um estilo de vida (Fotos: Alana Maria).

 

Caio Ravy e Wedson Ferreira, atletas, participam do evento (Fotos: Alana Maria).

 

CATEGORIA:

Alana Maria

Alana Maria Soares é jornalista da Cariri Revista desde 2015.
Formou-se pela faculdade de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC), no campus Cariri, onde produziu o programa cultural Percursos Urbanos Cariri, pela UFC e CCBNB, entre 2012 e 2014. Pela Editora 309, ainda produziu a Casa Cariri Revista, o Manual Inteligente da Água, o Jornal Universitário da Unileão em 2016 e 2017, entre outros produtos editoriais.
RP: 0003947/CE