Cariri Sustentável

Juazeiro do Norte aposta em hortas comunitárias

Mais de 260 hortas comunitárias deverão ser implementadas nos equipamentos públicos do município de Juazeiro do Norte, baseadas na experiência da horta do Restaurante Popular que já está dando frutos. Pelo menos 40% do hortifrúti utilizado no preparo das refeições do mês no Restaurante Popular vieram de sua horta. Os primeiros equipamentos a receber hortas Saiba mais

Por Alana Maria • 16 de abril de 2018

Mais de 260 hortas comunitárias deverão ser implementadas nos equipamentos públicos do município de Juazeiro do Norte, baseadas na experiência da horta do Restaurante Popular que já está dando frutos. Pelo menos 40% do hortifrúti utilizado no preparo das refeições do mês no Restaurante Popular vieram de sua horta. Os primeiros equipamentos a receber hortas próprias serão as Cozinhas Comunitárias nos bairros Horto e Frei Damião.

Coentro, cebolinha, alface, rabanete, beterraba e cenoura são alguns dos alimentos orgânicos colhidos nesta primeira fase. Segundo antecipa Thiago Pereira Ramos, Diretor de Segurança Alimentar e Nutricional da Sedest, a implementação de milho e mandioca no plantio está em avaliação.

Tratada como projeto piloto para as demais hortas comunitárias que serão implementadas, a horta do Restaurante Popular possui aproximadamente 900 m2 reservados para cultivo. Já para suas réplicas nas Cozinhas Comunitárias o espaço deve ser bem menor, estima Thiago. A limitação do próprio espaço físico vai ditar o tamanho da horta a ser implementada, o que exigirá criatividade da equipe. Atualmente, os terrenos estão em fase de estudo do solo e preparação para recebimento das sementes.

 

Horta do Restaurante Popular será replicada para outros 265 equipamentos.

 

As cozinhas comunitárias nos bairros do Horto, Frei Damião, João Cabral e Vila Nova serão os primeiros equipamentos a receber a ação. “Queremos incentivar o consumo de alimentos orgânicos e mais nutritivos. Assim, com uma horta na cozinha comunitária e outra, posteriormente, na escola próxima à cozinha, vamos criar esse ciclo de informação sobre a agricultura urbana”, explica o Diretor de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest), que estima também um maior estímulo de hortas domésticas.

As ações são feitas do projeto Saúde na Mesa, do Programa de Fortalecimento da Agricultura, integrado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento e Abastecimento (Seagri) e Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest), que visa fortalecer a agricultura na cidade e uma melhor alimentação aos cidadãos. Ao todo, 265 equipamentos públicos deverão receber hortas, sendo eles escolas municipais, creches e Centros de Referência e Assistência Social (CRAS).

 

TUDO ORGÂNICO

Outro projeto piloto que deverá ser replicado é aquele implementado no Condomínio de Produção Familiar Dona Bia, no sítio Jurema, no mesmo município. O Condomínio abriga a primeira agrofloresta implantada pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento onde a produção abrange 50 culturas e é 100% orgânica.

Alana Maria

Alana Maria Soares é jornalista da Cariri Revista desde 2015.
Formou-se pela faculdade de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC), no campus Cariri, onde produziu o programa cultural Percursos Urbanos Cariri, pela UFC e CCBNB, entre 2012 e 2014. Pela Editora 309, ainda produziu a Casa Cariri Revista, o Manual Inteligente da Água, o Jornal Universitário da Unileão em 2016 e 2017, entre outros produtos editoriais.
RP: 0003947/CE