Arte e Cultura

Fotógrafo Allan Bastos toma posse da Cadeira de Telma Saraiva no ICC

O fotógrafo Allan Bastos é o mais novo membro do Instituto Cultural do Cariri (ICC). Em 31 de maio, tomou posse da Cadeira de Nº 14, da Secção de Artes e Ofícios, cujo Patrono é Júlio Saraiva. Sua última ocupante foi nada menos que a artista plástica Telma Saraiva. Carlos Allan Neves Bastos, 41, é natural de Saiba mais

Por Alana Maria • 5 de junho de 2018

O fotógrafo Allan Bastos é o mais novo membro do Instituto Cultural do Cariri (ICC). Em 31 de maio, tomou posse da Cadeira de Nº 14, da Secção de Artes e Ofícios, cujo Patrono é Júlio Saraiva. Sua última ocupante foi nada menos que a artista plástica Telma Saraiva.

Carlos Allan Neves Bastos, 41, é natural de Crato e fotógrafo por vocação. Desde 1995, empunha a câmera na pretensão de retratar o “homem” nas manifestações culturais, nos artifícios, na subversão contemporânea e nos trabalhos de inclusão visual.

 

Cerimônia de posse no Instituto Cultural do Cariri (Fotos: Jardel Matos)

 

Trabalhou em Recife pela Fundação Joaquim Nabuco e editou o livro “Recife debaixo de pontes”, publicado pela UNICEF. Foi professor de fotografia no Estúdio Engenho da Luz PE e ministrou os cursos “Os discursos da fotografia”, “Olhe, pense e fotografe”, “A história da fotografia do Cariri”, “Fotografia artesanal” e “Fotobrincando”. Para além disso, desenvolveu trabalhos conceituais e contemporâneos com o Coletivo Café com Gelo. Foi da gerência das Artes Visuais na Secretaria de Cultura do Crato, em 2014, e estuda Artes Visuais na URCA. Atualmente está como supervisor de Turismo da prefeitura do Crato.

Em 2010, para Pachelly Jamacaru, no blog Zoom Cariri, Allan disse que fotografa gente: “Pessoas estão presentes no meu olhar. Hoje quero só fotografar e já sabendo onde a minha fotografia vai chegar. Quero construir um documento do Cariri, das festas populares, da cara do povo, do que elas fazem, da condição humana”.

Para o fotógrafo, não apenas é uma honra tomar posse no Instituto Cultural do Cariri, mas uma missão. Em sua avaliação, o ICC é um importante espaço de memória que deve pensar e agir também sobre o futuro. “Temos uma biblioteca, um teatro, um museu da Imagem e do Som. Temos sócios do ICC atuantes na cultura do Cariri com pintura, com música, com fotografia. São grandes artistas envolvidos no ICC. Agora queremos criar projetos para Instituto passe a ter ações efetivas, como incentivo a projetos de Lei que venham a valorizar a cultura e execução de cursos de cinema, fotografia, etc”, explica.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CATEGORIA:

Alana Maria

Alana Maria Soares é jornalista da Cariri Revista desde 2015.
Formou-se pela faculdade de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC), no campus Cariri, onde produziu o programa cultural Percursos Urbanos Cariri, pela UFC e CCBNB, entre 2012 e 2014. Pela Editora 309, ainda produziu a Casa Cariri Revista, o Manual Inteligente da Água, o Jornal Universitário da Unileão em 2016 e 2017, entre outros produtos editoriais.
RP: 0003947/CE