Entrevistas, Políticas Públicas, Reportagens 0

ENTREVISTA | “Nós identificamos em Juazeiro um problema endêmico. Tudo era mal feito e apontava irregularidade”

Quando o Ministério Público Federal precisou intervir na Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte, foram identificadas mais de 10 irregularidades. Agora uma auditoria acompanha o funcionamento da pasta

Na última terça-feira (10), a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) anunciou os vencedores do IV Prêmio República de Valorização do Ministério Público Federal. O MPF de Juazeiro do Norte levou o troféu na categoria Combate à Corrupção, pelo trabalho “Intervenção na Saúde”. Os procuradores Rafael Rayol, Celso Leal e Lívia Sousa já estavam há dois anos tratando questões referentes à Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte, quando resolveram partir para uma atuação mais efetiva. “Optamos por uma ação civil pública, onde solicitamos a nomeação de uma auditora para levantar as deficiências da secretaria, ver o que não estava funcionando e a partir desse relatório elaborar um plano de trabalho para profissionalizar a gestão interna da pasta”, conta Celso.

Foram encontrados 10 indícios de irregularidade dentro da Secretaria, entre superfaturamento em obras, manipulação de procedimentos licitatórios, conflito de interesses e improbidade administrativa. “Nós identificamos em Juazeiro um problema endêmico. Tudo era mal feito e apontava irregularidade”, diz o procurador. A investigação, que se dedicou a checar os gastos da Prefeitura em 2013 e 2014, desde maio passado vem passando um pente fino na Secretaria de Saúde. “A gestão ficou subordinada à auditoria e todas as compras só podiam ser feitas com ordem nossa. Também foi elaborado um organograma de como a Secretaria deveria funcionar, medidas que deveriam ser tomadas, mostramos o que poderia ser aperfeiçoado. Há mais de um ano a gente vem realizando audiências”, conta.

IV Prêmio República de Valorização do MPF (Foto: Divulgação)

IV Prêmio República de Valorização do MPF (Foto: Divulgação)

O Ministério Público em Juazeiro no ano passado ficou em segundo lugar na categoria “Patrimônio Público”, com o trabalho “Transporte Escolar Legal”.

Ouça a entrevista com o Procurador Celso Leal:

Sugestões de Leitura