Helloquence
Empreendedorismo e Inovação, Reportagens 0

Entidades debatem possível Centro de Inovação e Empreendedorismo do Cariri

E ainda um possível Mestrado Profissional em Empreendedorismo e Gestão da Inovação pela UFCA

Como Juazeiro do Norte, que tem 83% da economia proveniente do comércio, se comporta diante de estímulos ao empreendedorismo de micro e pequenas empresas? Como seus negócios afetam as cidades adjacentes? Em novembro de 2016, a Câmara de Dirigentes Lojistas Jovens (CDL) do município reuniu entidades e instituições da região que estimulam o empreendedorismo para realizar um diagnóstico.

O resultado foi a criação de um plano de ação conjunto que envolve a abertura do Centro de Inovação e Empreendedorismo da região do Cariri, um observatório, a aplicação da Lei Geral de Micro e Pequenas Empresas e um possível Mestrado Profissional em Empreendedorismo e Gestão da Inovação pela Universidade Federal do Cariri.

Participam grupos empresariais, entidades SENAI, CRA, SEBRAE, SENAC, Câmara de Dirigentes Lojistas, CDL Jovem e CDL de Barbalha e as instituições Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, a Universidade Regional do Cariri, a Universidade Federal do Cariri, o Centro Universitário Leão Sampaio, a Faculdade de Juazeiro do Norte e a Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte.

 

Reunião debate criação de Curso de Mestrado Profissional em Empreendedorismo (2)

 

Para o presidente da CDL Jovem e subsecretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, de Juazeiro do Norte, Douglas Feitosa, essas medidas vão estimular e direcionar empreendedores para gestões mais eficientes, integradas e estratégicas, visando a inovação e o desenvolvimento da região.

“É a implantação e estímulo de uma cultura empreendedora por meio de uma educação empreendedora que trará renovação estratégica para a economia”, diz Douglas, explicando que a expectativa é otimizar e ampliar negócios a partir do acesso de micro e pequenos empreendedores aos serviços disponíveis.

 

“Inovar, do ponto de vista empresarial, é provocar a melhoria do seu empreendimento. Seja na gestão, no processo ou no produto/serviço. À exemplo do caso real de um vendedor de pipoca que conseguiu entender seu público (eram burocratas, secretárias, empresários) e lançar inovações a partir da criação e venda de um “kit de sobrevivência” com um palito de dente, guardanapo e fio dental, de coberturas e molhos diferentes para sua pipoca.”

 

Os primeiros passos para a concretização do plano foram dados. Em janeiro, encontros sobre o Centro de Inovação e Empreendedorismo apresentaram propostas às instituições de ensino superior, governo municipal e empresários da região. Mais recentemente, a Universidade Federal do Cariri propôs um estudo de demanda, da necessidade do mercado e da busca por qualificação para a possível criação de um Mestrado Profissional em Empreendedorismo e Gestão da Inovação, inédito no Nordeste.

Sugestões de Leitura