Notícias 0

CRATO: Universitários realizam manifestação improvisada contra a prisão de Lula

Cerca de uma centena de pessoas organizaram uma rápida manifestação contra a prisão do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva na manhã desta sexta-feira, 6, em Crato, Ceará. A manifestação paralisou por alguns minutos o trânsito em uma das principais vias da cidade do Crato, a Rua Coronel Antônio Luíz, em frente ao campus Pimenta da Universidade Regional do Cariri (URCA).

Foram professores, servidores, sindicalistas, estudantes e representantes de movimentos sociais que estavam presentes para participarem do I Seminário de Educação em Direitos Humanos do Cariri, organizado pela Coordenadoria Especial de Políticas Públicas dos Direitos Humanos, do Gabinete do Governador do Estado, que acontece hoje, 6, até às 17h, no auditório principal da URCA.

A manifestação foi inesperada e pretendeu chamar atenção para o atual cenário da política brasileira com o mandado de prisão pelo juiz Sérgio Moro ao ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Chefe de Estado de 2003 a 2010. O líder político tem até às 17h desta sexta-feira para se entregar à Polícia Federal em Curitiba, mas já declarou que não irá se entregar, segundo apurou a Folha de São Paulo.

Em falas públicas e jograis enquanto ocupavam a rua, os manifestantes afirmam que o mandado de prisão é um golpe e se o ex-Presidente for preso, ele será um preso político.

Do outro lado, em meio ao trânsito parado, pode-se ouvir motoristas e motociclistas soltando declarações tanto de apoio à pequena manifestação, quanto contra o ato de paralisar o trânsito. Foram menos de 10 minutos de paralisação.

 

PELO BRASIL

A Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo convocou para às 16h de hoje uma manifestação de mesmo tom, dessa vez em Juazeiro do Norte, na praça do Giradouro, um ponto estratégico que unifica as rodovias de Crato, Juazeiro e Barbalha.

Pelo menos 17 protestos em rodovias federais estão acontecendo neste momento no país, como apurou a GloboNews com a Polícia Federal. Apenas em Pernambuco, são 5 manifestações impedindo a passagem de veículos. As manifestações são, em sua maioria, executadas pelo MTST e pelo MST.

 

PRISÃO

O ex-Presidente Lula foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, pelo juiz Sérgio Moro, com aval do Tribunal Regional Federal da 4ª Regional, no caso to Triplex do Guarujá.

 

 

 

 

 

Sugestões de Leitura