Notícias, Políticas Públicas, Reportagens 0

Crato recebe obra de R$ 50 Milhões para abastecimento de água; bairro Vila Alta deverá ser o maior beneficiado

Todos os bairros do município serão contemplados na obra de 156 km de ampliação do Sistema de Abastecimento de Água.

A maior obra para ampliação do Sistema de Abastecimento de Água feita no município de Crato teve início em abril deste ano e só deverá ser concluída por completo em 2021. Serão 156 quilômetros de ampliação da rede de abastecimento para benefício direto em todos os bairros, somando mais de 10 mil ligações. Um montante de R$ 49.696.162,31 (quarenta e nove milhões, seiscentos e noventa e seis mil, cento e sessenta e dois reais e trinta e um centavos) foram destinados para execução do projeto, oriundos do Ministério das Cidades.

O projeto visa ampliar o acesso à água encanada nos bairros periféricos e aumentar a quantidade de água disponível naqueles bairros onde o abastecimento já existe por completo. Além da ampliação na tubulação, serão construídos 40 reservatórios para abastecimento de água, sendo 25 apoiados e 15 elevados, cuja as capacidades variam de 50 a 400 m³.

A obra pertence do Programa de Saneamento Básico firmado entre o município do Crato e o Ministério das Cidades.

 

Obra deve beneficiar principalmente os bairros periféricos, onde o abastecimento de água ainda é precário (Fotos: Samuel Pinheiro / Ascom Crato)

 

A notícia vem em boa hora para os moradores do bairro Vila Alta, que nos últimos anos vem enfrentando sérios problemas com a qualidade da água devido contaminação dos poços profundos e metais oriundos da tubulação. O bairro deve ser o maior beneficiado pela obra de ampliação, que teve início em seus arredores, segundo informações da Sociedade Anônima de Água e Esgoto do Crato (SAAEC).

A captação será feita através de seis nascentes – Granjeiro, Batateira, Caiana, Coqueiro I, Coqueiro II e Serrano – e 23 poços, os quais já se encontram com cessão e uso e outorgas emitidas pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (COGERH).

 

Serão 156 km de obras. O projeto conta ainda com a construção de 30 novos reservatórios e 44 km de adutoras.

 

ESCAVAÇÃO E INTERVENÇÃO

Segundo o engenheiro da SAAEC responsável pela obra, Iago Granjeiro, haverá intervenções comuns a qualquer obra que necessite de escavações no solo, por se tratar de uma obra referente à rede subterrânea de abastecimento. Apesar dos possíveis transtornos causados pelas escavações nas vias, Granjeiro garante que a obra se dará em regiões periféricas, com pouca intervenção do tipo no centro comercial.

 

ORÇAMENTO MILIONÁRIO

Dos quase R$ 50 milhões destinados ao projeto, aproximadamente R$ 44 milhões será para execução da obra, quase R$ 2 milhões para desapropriação dos terrenos onde serão construídos os reservatórios projetados, R$ 545.038,56 à realização do Trabalho Social e R$ 875.648,54 ao Gerenciamento e Supervisão da Obra. Há, ainda, o montante de R$ 2 milhões reservas para necessidades que possam vir a aparecer.

 


Com informações de SAAEC e Ministério das Cidades. Fotografias da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Crato. Agradecimento ao colaborador Geraldo Pinheiro, do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico.

 

 

 

 

Sugestões de Leitura