Esporte, Reportagens 0

Adrenalina na Chapada

Semanalmente, o “pedal do chá”, reúne 20 a 25 ciclistas com destino a sítios e distritos, como Ponta da Serra, ou indo e voltando pela antiga estrada de terra, ao lado da linha do trem, de Crato a Juazeiro.

Em junho, mais de 200 ciclistas participaram da inauguração da Ciclofaixa de Lazer dominical do Cariri, compreendida em 6km da avenida Leão Sampaio, entre Juazeiro e Barbalha. O governador Camilo Santana montou em sua bike e reforçou a promessa de entregar a primeira ciclovia do Cariri até o final do mandato. Os grupos de ciclismo afirmam que a atitude é reflexo da crescente adesão ao modal, uma vez que a Associação Caririense de Ciclismo (ACACI) estima a existência de quatro a cinco mil ciclistas na região – seja por lazer, esporte ou necessidade. Só a modalidade Mountain Bike (ou ciclismo de montanha) conta com mais de 10 grupos e eventos mensais dedicados a atividade.

Semanalmente, o “pedal do chá”, reúne 20 a 25 ciclistas com destino a sítios e distritos, como Ponta da Serra, ou indo e voltando pela antiga estrada de terra, ao lado da linha do trem, de Crato a Juazeiro. Na pausa para descanso, abrem e partilham uma garrafa de chá de camomila e lanches naturais. O famoso passeio já atingiu a maioridade, completando 18 anos que Carlos Alberto Pereira, o Beto Ciclo, organiza esse pedal “leve” (como ele mesmo coloca) de 36km.

Beto acrescentou o “ciclo” ao seu nome porque não consegue mais separar o esporte de sua vida. O que começou como prescrição de exercício para melhorar a saúde, se tornou paixão e emprego: ainda comanda uma equipe de competição com 10 ciclistas e uma loja de equipamentos – que também é oficina – para bicicletas profissionais e famoso ponto de encontro para ciclistas jogarem conversa fora.

Tanto que, não é raro alguém parar na frente da loja cantando pneu da bike, como fez Adriano “Jornaleiro” do Nascimento, 35 anos, falando para quem quisesse ouvir que tinha acabado de vender suas duas motos e agora era ter força na perna para subir as ladeiras do Crato. “Eu tô mesmo é com vontade de pedalar até Ouricuri”, brinca.

Foto: Allan Bastos

Foto: Allan Bastos

FORÇA NA PERNA

Entre um papo e outro, surge uma maratona ali, um circuito acolá. Só nos próximos três meses estão confirmadas pelo menos cinco desafios de mountain bike pela região. O próprio Beto já organizou seis campeonatos nas cidades de Crato, Altaneira, Iguatu, Penaforte, Farias Brito, Juazeiro do Norte… E, com panfleto na mão, ele anuncia o “2° Pedal na Chapada”, circuito master de 15km com cinco voltas e premiação de 3 mil reais no próximo dia 18 de outubro, no sítio Santo Antônio.

Um dos últimos grandes circuitos do Cariri, o “Desafio 3 horas Mountain Bike” na sinuosa trilha do Sítio Poças, em Altaneira, contabilizou 100 ciclistas do Ceará, Pernambuco, Bahia e Piauí. Quem subiu no lugar mais alto do pódio foi Gilberto Sousa, profissional fortalezense vindo da capital para competir com os melhores da região. Nesse desafio, o grupo de Beto Ciclo levou troféu e prêmio de mil reais como “melhor equipe”, nenhuma surpresa para quem já conquistou 10 pódios nos últimos anos.

Mesmo que a Associação caririense realize quatro competições anuais – entre elas, o “Desafio no Parque”, a “Volta Crajubike” e o “Extreme MTB”, o presidente Kiko Gonçalves afirma que “É cada vez mais frequente eventos organizados pelos próprios grupos em suas cidades. E isso é um bom sinal”. Para ele, os eventos mostram que o esporte ganha força e autonomia. Exemplo disso são os grupos compostos apenas por ciclistas mulheres, como o “Batom” e o “Divas”, que se uniram e preparam o “1° Divas Bike Cariri”, marcado para março de 2016.

fotos Allan Bastos (1)

Foto: Allan Bastos

QUEREMOS CICLOVIA

O caso é: as magrelas estão emergindo com força pelas terras de Cícero Romão. Em uma noite de quarta-feira, somamos dez ciclistas – entre esportistas e usuários comuns – percorrendo os 14km entre Crato e Juazeiro. Para garantir a segurança desses e de futuros ciclistas, membros do “Queremos Ciclovia no Cariri” como o empresário Itiberê Fontenele, adepto ao pedal desde os 16 anos, vem pressionando governantes a darem mais atenção à pasta de mobilidade urbana. E já sabem o que querem a longo prazo: não é apenas ciclofaixa ou ciclovia, mas sim políticas públicas de integração dos modais de transporte.

 

ANOTE NA AGENDA

Maratona MTB de Penaforte – 27 de setembro – Largada às 8h30 – Penaforte

Pedal na Chapada – 18 de outubro – Largada às 9h – Sítio Santo Antônio – Crato

Cariri MTB Extremo – 02 de novembro – Largada às 9h – Parque da Cidade – Barbalha

 

CONHEÇA MAIS

BETO CICLO
Rua Hermenegildo Firmeza, 250 – Crato
(88) 9 9655.1026 / 3523.8988

 

BIKE ADVENTURE
Avenida Padre Cícero, 1940 – Juazeiro do Norte
(88) 3521.8042

 

KIKO PERSONAL BIKE FIT & TREINAMENTO
Rua Todos Os Santos, 2128 – Juazeiro do Norte
(88) 9 9614.1514

 

Sugestões de Leitura