Cariri Sustentável, Colunas 0

A sabedoria das folhas e das raízes

Mestres e mestras da medicina alternativa da Chapada do Araripe se encontraram para trocar experiências e conhecimento

Fotos: Carlene Cavalcante

Em janeiro, Exu (PE) virou terreiro para grandes sábios trocarem experiências e passarem adiante o conhecimento milenar da cura através de plantas, rezas e benzimentos. Tudo isso aconteceu no 1º Encontro de Rezadeiras, Benzedeiras, Raizeiros, Curandeiros e Parteiras, realizado pela Rede de Agricultores e Experimentadores da Chapada do Araripe. “O propósito do encontro foi alimentar a cura popular, criar uma resistência a esse processo de desuso do conhecimento popular que nós vivemos agora. É um momento de marginalização dessa cultura”, contou o biólogo Antônio Alencar Sampaio. “No encontro, os jovens foram convidados a pensar na cura com plantas. Isso serve para que surjam nossos curandeiros, novos raizeiros.” Pessoas de diversos lugares do Brasil participaram do evento, que reuniu curandeiros do Pernambuco, Ceará e Piauí. Todos eles têm em comum a ligação com a Chapada. Diversos jovens foram até lá e adquiriram, por meio de um minicurso de “aprendiz”, conhecimentos sobre reza, cura, plantas medicinais, entre outros.

Sugestões de Leitura